Um gesto que salva

No Brasil, a cada 1 mil pessoas apenas 16 doam sangue regularmente.
Com uma doação você pode salvar até quatro vidas.
Para doar
você precisa
Ter entre 16 e 69 anos
Pesar mais que 50kg e estar alimentado
Apresentar documento oficial, com foto

Recebe de: A+, A-, O+ e O-

Doa para: A+ e AB+

Recebe de: O+ e O-

Doa para: A+, B+, AB+ e O+

Recebe de: B+, B-, O+ e O-

Doa para: B+ e AB+

Recebe de: A+,A-, B+,B-, AB+, AB-, O+ e O-

Doa para: AB+

Recebe de: A+ e O-

Doa para: A+, A-, AB+ e AB-

Recebe de: O-

Doa para: A+,A-, B+,B-, AB+, AB-, O+ e O-

Recebe de: B- e O-

Doa para: B+, B-, AB+ e AB-

Recebe de: A-, B-, AB- e O-

Doa para: AB+ e AB-

Tipo sanguíneo: A+

Recebe de: A+, A-, O+ e O-

Doa para: A+ e AB+

Tipo sanguíneo: O+

Recebe de: O+ e O-

Doa para: A+, B+, AB+ e O+

Tipo sanguíneo: B+

Recebe de: B+, B-, O+ e O-

Doa para: B+ e AB+

Tipo sanguíneo: AB+

Recebe de: A+,A-, B+,B-, AB+, AB-, O+ e O-

Doa para: AB+

Tipo sanguíneo: A-

Recebe de: A+ e O-

Doa para: A+, A-, AB+ e AB-

Tipo sanguíneo: O-

Recebe de: O-

Doa para: A+,A-, B+,B-, AB+, AB-, O+ e O-

Tipo sanguíneo: B-

Recebe de: B- e O-

Doa para: B+, B-, AB+ e AB-

Tipo sanguíneo: AB-

Recebe de: A-, B-, AB- e O-

Doa para: AB+ e AB-

Campanha de Doação de Sangue 2020

Com o tema “Solidariedade que Corre na Veia – Um Gesto que Salva”, a campanha de doação de sangue 2020, direcionada ao estado de São Paulo, visa conscientizar a população paulista sobre a necessidade de doações de sangue regulares.

Projetos e Ministérios

Vidas por Vidas

O projeto tem como objetivo conscientizar os cidadãos para o hábito de doar, atendendo assim a demanda dos estoques de sangue nos hospitais e hemocentros. 

Doadores ADV

O propósito do ministério é minimizar a dor do próximo e suprir a necessidade dos bancos de sangue e hemocentros através da conscientização da importância da prática regular de doar sangue, plaquetas e granulócitos.

Tipos de doadores

Doador de primeira vez
Quem realiza a primeira doação de sangue na vida.
Doador de repetição
Quem realiza duas ou mais doações no período de 12 meses.
Doador esporádico
Quem repete a doação de sangue após um período maior de 12 meses.
Fonte: Ministério da Saúde

Tipos de doações

Espontânea
Motivadas pelo ato altruísta de doar sangue e manter estoques de hemoterapia abastecidos.
Reposição
O voluntário doa para atender as necessidades de um paciente.
Autóloga
Doação do próprio paciente para seu uso exclusivo quando necessário.
Tira dúvidas

Segundo dados do Ministério da Saúde, a cada cinco pessoas, uma delas precisará de transfusão de sangue em algum momento da vida e, no Brasil, a cada 1 mil pessoas, apenas 16 doam sangue regularmente.

Sangue não é algo que pode ser fabricado, então todos os casos em que existem a necessidade de transfusão é proveniente de doações.

O Estado de São Paulo possui diversos hemocentros e postos coordenados por entidades e hospitais. Confira nos links os endereços e como agendar a sua doação:

 

Homem e mulher, com idades entre 16 e 69 anos. 

  • Menores de 18 anos podem doar apenas com o consentimento formal do responsável;
  • Com idade entre 60 e 69 anos, só podem doar sangue se já tiverem doado antes dos 60. 

 

Para a coleta do sangue, o tempo estimado é de 15 minutos. No total, entre cadastro, teste, entrevista e doação, a média de atendimento é de 40 minutos.

Para cada doação, o máximo de sangue retirado é de 450 ml. 

O organismo repõe o sangue doado em cerca de 24h.

A frequência máxima de doações ao ano é de quatro vezes, com intervalo mínimo de dois meses, para os homens e de três doações, com intervalo mínimo de três meses, para as mulheres. 

(intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens) 

Mulher: três doações de sangue anuais

  • Estar bem de saúde; 
  • Ter dormido, pelo menos 6h, nas últimas 24h;
  • Ter uma alimentação saudável e evitar alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue. (Caso seja após o almoço, aguardar 2h para doar sangue);
  • Levar documento de identidade com foto.

OBS: em jejum não se doa sangue. O ideal é estar bem alimentado e descansado, bem de saúde, para doar sangue.

  • Evitar esforços físicos de intensidade por pelo menos 12 horas;
  • Aumentar a ingestão de líquidos (água);
  • Manter o curativo por pelo menos quatro horas;
  • Não dirigir veículos de grande porte ou praticar atividades radicais.

Como todos os materiais utilizados são descartáveis e de único uso, não há riscos de contaminação por meio da doação de sangue.

  • Se o indivíduo apresentar sintomas de febre, resfriado e diarreia recente;
  • Grávidas, mulheres no pós-parto e lactantes;
  • Quem ingeriu bebidas alcoólicas 12h antes da doação;
  • Tatuagem ou Piercing nos últimos 12 meses;
  • Extração dentária 72h antes da doação;
  • Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: 3 meses;
  • Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem sequelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses;
  • Quem fez transfusão de sangue há menos de 1 ano;
  • Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina;
  • Quem realizou exames ou procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses;
  • Ter sido exposto a situações de risco acrescido para infeções sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição).

Fonte: Ministério da Saúde

  • Os candidatos que viajaram ou que sejam procedentes de países com transmissão local e casos confirmados da doença ou teve contato, 30 dias antes da doação, com pessoas diagnosticadas com a Covid-19, serão considerados inaptos para a doação por um período de 14 dias após a chegada da viagem.;
  • Já as pessoas que tiveram diagnóstico clínico ou laboratorial de infecção pelo novo Coronavírus serão consideradas inaptas por um período de 30 dias após a completa recuperação da doença – isto é, quando estiverem sem nenhum sintoma ou sequelas que possam contraindicar a doação;
  • Por último, os candidatos à doação de sangue que estejam em isolamento voluntário ou indicado por equipe médica, devido a sintomas de possível infecção pelo Sars-CoV-2, serão considerados inaptos pelo período que durar o isolamento (no mínimo 14 dias), caso não apresentem sintomas.   

Fonte: Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

  • Ter passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade;
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue:  Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis;
  • Malária.

Fonte: Ministério da Saúde

Campanha de doação de sangue 2020

Igreja Adventista do Sétimo Dia